BFF

Já te disse como eu gosto do seu cabelo? Ele fica lindo preso de lado com aquele seu lacinho que você nunca me empresta. Também gosto da sua blusa amarela, e olha que antigamente eu nem gostava das suas roupas. Gosto do jeito que você acende o cigarro enquanto ta dirigindo. Nessa hora você sempre diz que a sua unha “tá péssima”. Não entendo, mas diz. E por sua causa passei a reparar nas unhas das pessoas quando elas estão acendendo o cigarro. Gosto do cheiro que tem o seu carro também. Podia ser doce por causa do vidrinho que você espirra la dentro, mas com o cigarro, fica bom. Irônico, mas é assim. Eu pago um pau pra você estacionando a caminhonete do seu pai. Ainda que, quando você pegue o Celta, seja um desastre. Acho incrível como você consegue ser organizada. Suas roupas, sua maquiagem, seu trabalho, seus horários. E nunca vou me esquecer de você me aconselhando, dizendo que com organização até as unhas ficam melhores. As suas, te juro, nunca estão péssimas. Então deve ser verdade.

Eu sei que é estranho dizer isso assim, a toa. Fica tranquila que não vou me declarar pra você. Essa sou eu, me convencendo e reafirmando pra mim mesma o quanto eu gosto de você. O quanto você é especial. O quanto a gente não consegue ficar longe uma da outra, por mais que tente. Porque, sinceramente, nesse momento eu tô querendo te matar.

Anúncios

4 Responses to “BFF”


  1. 1 Priscila Perovano junho 11, 2010 às 1:35 pm

    Eu já comentei isso com você pessoalmente, mas deixar uma mensagem aqui vale muito mais: adorei. de novo.como sempre.

    E fiquei tentando imaginar quem poderia ser essa sua amiga. Ahahhaha.

    Depois me conta, porque eu vou querer fazer as unhas no salão que ela faz. 😉

    Rá.

  2. 2 Fabi junho 11, 2010 às 1:49 pm

    cara. a parte de ter vontade de matar, pode ser comigo hein. HAHAHAHAHAHAHAAHAHAHa

  3. 3 Luise junho 11, 2010 às 6:12 pm

    Só agora entendi o título, depois de ler umas 3 vezes em busca de alguma pista que o decifrasse.
    E meus parabéns a Analista.

  4. 4 Rafael Motta junho 12, 2010 às 9:29 pm

    Eu também já jurei nos textos que não ia me declarar. rsrs


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




O que tem aqui

Diálogos, monólogos, conversas, crônicas, histórias malucas e talvez, quem sabe, até reais, de uma cabeça bem esquisita.

%d blogueiros gostam disto: