Arquivo de setembro \08\UTC 2011

Uma perguntinha

Estou em um consultorio médico de mocinhas com uma revista Vogue nas mãos. Assim como me pego pensando em como será a vida de quem é muito muito rico, acabei de pensar em como será que deve ser a vida de mulheres tão tão lindas.

Porque ó, confesso. Queria um cabelo de princesa, uns pés mais bem pensados, uma coluna não prejudicada pela genética, uns quilos saudáveis a mais, uns peitos mais generosos, umas mãos menores  e, por favor, vamos parando por aqui.

Aos meus poucos 25 anos, já estou numa fase de aceitação bem agradável. Mas não tem jeito: eu, minhas amigas, minha vizinha, nunca vamos ser essas mulheres tão tão lindas (cá entre nós, não consigo ser amiga de uma tão tão linda). E não falo só dessas tão tão lindas dos editoriais da Vogue. Não tem nem duas horas que eu cruzei com uma tão tão linda aqui na rua em Buenos Aires. E cruzava no Brasil. E sei que vou cruzar com outras até o final dessa semana.

Então, queria deixar uma pergunta para alguma tão tão linda que eventualmente vier parar aqui. Como é ser você?

E não me venham com esse papo de que nenhuma mulher está satisfeita. É igual ao caso dos muito muito ricos – chega um momento em que você tem que aceitar quando se olha no espelho. Sou muito rico. Ou sou muito bonita. E se você for as duas coisas, me confesse por favor que, no mínimo, você é sem graça.



%d blogueiros gostam disto: